quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Campeões, campeões, nós vamos ser campeões!

O Campeonato do Mundo das Escondidas vai decorrer em Itália, entre os próximos dias 8 e 10 de Setembro. Apesar de parecer coisa de crianças, a modalidade é levada muito a sério pelos graúdos, sendo a prova disputada por cerca de 80 equipas.
Decorrendo numa cidade-fantasma italiana, onde existem inúmeros esconderijos e obstáculos, o Mundial contará com uma equipa portuguesa.
No entanto, e ao contrário do que se pensava inicialmente, a formação nacional não será composta por um grupo de cinco amigos da Benedita.
Com a clara ambição de ganhar e apresentando-se como o principal favorito, Portugal alinhará com Manuel "Palito", Pedro Dias e a figura maior do esconde-esconde português, Joaquim Bitton Matos. O luso-israelita, que se evadiu da prisão de Caxias no início do ano, está mesmo destinado a ser o melhor jogador do torneio.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Avé em dó

Em Fátima, ontem foi dia de botar a mão ao bolso dos... perdão!, foi dia de receber os emigrantes portugueses que se encontram de férias no seu/nosso país natal.
Relutantes em falar e rezar em português não só por lhes baixar o status quo mas também pelo receio de serem confundidos com residentes em território nacional armados em novos-ricos e assim poderem ser taxados com o "imposto Mortágua", os emigrantes lá foram concedendo entrevistas aos vários órgãos de comunicação social presentes no sagrado local nas línguas dos países que os acolheram
Pouco avisado para os riscos que corria, a excepção foi feita com um miúdo de pouco mais de 10 anos, com enorme percepção daquilo que se estava ali a passar e muito convicto do que estava ali a fazer. A jornalista da RTP de serviço abeirou-se dele acompanhada pelo operador de camera e, de microfone em riste, coloca a seguinte questão ao infante:
- Porque é que estás aqui neste local?
O petiz, num tom de voz que não denunciava qualquer tipo de nervosismo, responde:
- Gosto das canções.
Eu acho muito bem que a criança ali vá por causa da música. O PriestFest (nunca ouviram falar deste?) é um grande festival de Verão, sem dúvida. E mais: demonstra que o rapaz sabia muito bem em que contexto estava inserido.
Identifiquei-me bastante com ele. Eu, quando quero muito, muito, muito rezar, pego no meu terço, visto a minha batina e saio à maluca à procura de um concerto dos Moonspell.

domingo, 13 de agosto de 2017

Depois da tempestade vem a bonança

A vantagem de se viver num lugar onde os sons mais característicos são o chilrear dos passarinhos e os arrotos dos sorvedores de sumo de cevada nos locais onde a sua venda se desenrola a bom ritmo é a de conseguir captar com toda a facilidade qualquer outra manifestação sonora que não seja uma das referidas.
Foi por essa razão que, na tarde de ontem, acompanhei atentamente uma discussão entre um casal meu vizinho no interior da sua residência.
A alterada conversa, com os intervenientes numa acesa troca de argumentos que recrudescia de tom a cada frase proferida, foi ganhando contornos de escândalo aldeão. Adivinhava-se o clímax, apesar de não conseguir descortinar àquela distância que contornos teria. Um prato atirado à parede? A passagem para o patamar da estalada à Pai Natal e da cabeçada à Cais do Sodré? Inspirados pelo Campeonato do Mundo que decorre, a invenção da modalidade "lançamento do cônjuge pela janela"?
Felizmente, não chegámos ao nível da despesa com loiça nem ao da fractura da cervical. O elemento masculino do casal, numa repetição cadenciada e quase harmoniosamente cantada, disse à companheira: 'vai p'ó caralho».
Dali em diante, nada mais do que se passou naquele lar foi dado a conhecer ao imenso mundo para lá das suas paredes. Volvidos cinco minutos, a porta da entrada da habitação abriu-se de rompante, ela e ele a saírem em passo apressado em direcção ao automóvel estacionado na via pública, ele a abrir a porta do condutor, ela a abrir a porta do passageiro da frente, os dois a entrarem na viatura e a deixarem o seu destino seguir nas estradas sabe o Diabo de onde.
Como referi, não tive acesso ao que foi dito após o atirar da épica ordem. Todavia, vou atrever-me a fazer um exercício de adivinhação da conversa que se seguiu e que passo agora a partilhar convosco:
- Não consigo ir sozinha. - disse ela, baixando os olhos para o chão. - Não sei o caminho.
- Não tem problema - respondeu ele de pronto, audivelmente mais calmo - Eu vou contigo e ajudo-te a chegar lá.
- Fazias isso por mim, meu amor? - quis saber ela, deixando o entusiasmo traí-la.
- Claro, querida! O que é que eu não faço por ti? - Sorriu, voltando costas e afastando-se dela - Vou só buscar o mapa e partimos logo depois!

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Ela (m)ama o Benfica!!

De polémica em polémica, umas mais parvas que outras, assim vai Portugal na "silly-season". A última a incendiar as redes sociais, único lugar onde existe mais área queimada do que nas florestas portuguesas, é a que está relacionada com o fechar do plano no emblema do Benfica... na camisola de uma loira toda enxuta, que escondia um peito proeminente. O episódio aconteceu durante o intervalo da Supertaça, que o Benfica voltou a vencer, e o realizador da transmissão televisiva, que ficou a cargo da RTP, tem sido alvo de fortes críticas.
Eu estou de acordo com aquelas e aqueles que pensam que tudo aquilo é uma grande indecência. De facto, é uma vergonha... que ninguém tenha dito à rapariga para levantar a camisola quando estava a ser filmada!

domingo, 6 de agosto de 2017

Cada um com as suas...

Cristina Ferreira fez revelações íntimas, expondo o seu lado mais atrevido. Na última edição da revista com o seu nome, a apresentadora da TVI falou das suas fantasias sexuais, afirmando que «gostava de ir a um motel» e «experimentar coisas novas».

Ousada, sem dúvida, mas não tanto como os indivíduos que têm como fantasia sexual "dançar a lambada nudista" com a própria Cristina Ferreira. É que amarrotar os lençóis com a rapariga é coisa a atirar para o muito violento, entrando no domínio do masoquismo.
Estou até em crer que quem desejar um envolvimento sexual com esta senhora só pode estar a pensar em contrair lesões permanentes e irreversíveis nos tímpanos. Taras e manias, já dizia o grande poeta Marco Paulo.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Atenção: não deixar passar do plural feminino para o plural masculino

Irá decorrer no próximo dia 16 de Setembro a V Légua Nudista Internacional. Serão cinco quilómetros totalmente percorridos em areia, visto que ligará a Praia do Meco à Praia das Bicas, em Sesimbra.
É fundamental que não se verifiquem quedas entre os participantes, especialmente se estes disputarem a prova separados por curtas distâncias. É que se um atleta desnudado cair e o seu perseguidor tiver a pouca sorte de lhe cair em cima e aterrar com a boca em sítio indevido, provavelmente teremos de mudar o nome da praia onde estará situada a meta...