sexta-feira, 15 de julho de 2016

Ir ao cãobeleireiro está caro!

Para quem pouco mais sabia de cães para além dos factos de terem quatro patas (se não forem pernetas) e de ladrarem (se não forem mudos ou gatos travecas), ter um exemplar tem sido uma odisseia para este rapaz. Há dias bons, há dias em que me passo, há dias em que me morde, há dias em que mordo nele. Uma festa da espuma diária, portanto. Sem espuma... e sem festa... e sem gajas também...
A minha saga na contínua procura do bem-estar do "Diabo de quatro patas" teve mais um episódio recentemente. Para quem me está a seguir num igloo lá na Gronelândia (que toda a gente sabe que fica perto da ilha da Páscoa, ali como quem vira a seguir a França), faz um frio esquisito aqui em Portugal nesta altura do ano. Ora aqui o expert em canídeos achou que o bicho tinha pêlo a mais para este calor do camandro e decidiu procurar um tratador que fizesse o favor de lhe retirar o "casaco" que tem vestido permanentemente. Após intensa procura (uns dois minutos, se contabilizarmos também o tempo em que parei para puxar um pelo do nariz que teimava em acenar ao meu lábio superior), lá descobri um. Telemóvel na mão, chamada feita:
- Estou? É o senhor Zé Manuel? Boa tarde, o meu nome é lápis roído (sim, é o meu nome real) e queria saber se o senhor faz tosquias.
Silêncio por 5 segundos
- Lápis roído? Curioso nome. Dê os parabéns aos seus pais por mim. Sim, faço sim.
- Serão entregues. Olhe, é assim: eu tenho um jack russell com um ano e ele tem um pêlo assim muito farfalhudo. Eu acho que o bicho está assim a pontos de levar umas tesouradas naquilo. Está muito calor e o gajo anda com a língua tão pendurada que já o confundiram com um camaleão.
Nova pausa, como quem avalia a parvoíce do interlocutor. Chegando à conclusão que era muita, optou por não dar mais "palha ao cavalo":
- Que tipo de pêlo tem ele?
- Olhe, nem é aquele pêlo muito curtinho, nem aquele pêlo muito comprido, facilmente confundível com uma esfregona. É o intermédio, vá...
- Ó homem, esses cães não são tosquiados. Se eu meto a máquina nesse pêlo, ele fica todo descascado, com a pele à mostra.
Abri a boca de espanto, com aquela imagem na cabeça. Tenho um jack russell e fico com um Chihuahua com ar de quem foi à tropa? Bem, não estou interessado, não. Mas, já agora...
- Mas quanto é que custa o serviço, se não se importa de dizer?
- São 25€.
- Ah, até nem é caro... Olhe, muito obrigado pela atenção. Se souber de alguém que queira, dou-lhe o seu contacto. Uma boa tarde.
Telemóvel desligado. Não é caro? Uma merda é que não é caro! Tendo em conta que o bicho é pouco maior que a minha cabeça, entrei em comparações. O corte do meu cabelo custa 7€. O que fazia eu no cabeleireiro com 25€? Lavava com um bom champô para dar cabo da piolhagem, cortava com tesouras de titânio, fazia nuances, punha extensões, tirava extensões e ainda sobrava algum para convencer o cabeleireiro a colar meia-dúzia de tufos na marmita, para disfarçar as faltas que tenho neste tapete de Arraiolos mal amanhado.
Anda cá Óscar. Já poupaste 25€ ao dono. A tua ração vai subir de qualidade. Esquece os farelos para coelhos que tens comido. Agora vais passar a comer milho. Do bom!

18 comentários:

  1. Tadito do bicho :) k mau k tu es :p

    ResponderEliminar
  2. Claramente, nunca fizeste nuances para achares que 25€ dava para isso tudo :p. E, ainda bem, digo eu ;)
    Também acho caro, mas agora o que vais fazer ao raio do casaco do cão, se nem o consegues cortar sob risco dele virar Chihuahua???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fosse obrigatório brincarmos todos ao Carnaval, já as tinha feito. Assim, deixo-me estar como estou :P
      Bota caro nisso! Oh, não faço nada. Deixa-o estar. Se o expert em tosquiadelas e desbastes de carteira diz que não se tosquia, não se tosquia. :P

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Oh, é só fama. Se fosse proveito também, seria treinador do Sporting :P

      Eliminar
  4. A minha rafeira só foi tosquiada a primeira vez quando tinha 13 anos e eu já não lhe conseguia meter o pente na juba de leão. Além disso ela começava a dar os primeiros sinais de insuficiências adquiridas com a PDI e descascada sempre arejava a marmita.
    Só me "comeram" os primeiros 20€. A bicha entrou na tosquia a parecer um leão em miniatura e saiu de lá a parecer um "chupa-cabras", tal foi o desbaste que a gaja lhe fez. Até os bigodes lhe rapou.
    No verão seguinte comprei uma máquina no LIDL (que pelo preço (15€) até é razoável e serve bem para um animal de 8 Kg) e a partir de então, eu é que sou o cabeleireiro (dela e meu).
    Ela foi sempre muito dócil e percebe que de mim não tem nada a temer (às vezes aspiro-a e ela não se rala nada eheheh), o que me facilita a tarefa. Quando chego àquela parte da barriga, deito-a de barriga para o ar e ela dorme uma soneca enquanto eu poupo 20€. ehehehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Li tantas coisas impossíveis de realizar com o meu cão que ter a tua cadela me parece um sonho utópico. Pentear, tosquiar, deitar de barriga para cima. Ah, como é bela a tua vida com esse animal! :P
      Não vejo como é que ele me deixaria fazer essas coisas e também tenho muita dificuldade em imaginar alguém conseguir fazer o trabalho. Por essa razão é que estava a ver se arranjava um domador de leões, mas acho que a coisa ainda poderia sair-me mais cara. Mas, por enquanto, parece que não é preciso.

      Eliminar
  5. Graças a Deus, adoptei um Perdigueiro que ontem levou uma banhoca de mangueira na varanda/pátio de shampo de cão com aroma de coco, que ficou um mimo, depois foi a paticure. E aí queixo-me. Nunca vi uma unhas crescerem tanto, imagina o bicho corredor adentro em trote... Comprei vários corta unhas que se partiam à primeira unha. Até que um dia perguntei à veterinária: "Drªa, que corta unhas usa assim para todas as feras, mesmo aqueles quase cavalos?" , "Ah,D. Pink (sim também é o meu nome lol), é um profissional" e eu " Sim mas quanto é?" ", sáo "Olhe , são €30 e posso encomendar, na próxima semana está cá". "Quero". Nunca mais, aquilo é o Ferrari dos corta unhas para canídeos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Banhos de mangueira leva o meu todos os dias, que este calor dá conta dele, coitadinho. Banho a sério é uma vez por mês, para ficar cheiroso.
      Olha, eu com as unhas não tenho problemas. O chão do pátio é de mosaico antiderrapante e como ele se farta de correr acaba por lhe aparar as unhas sem que tenham de ser cortadas. E ainda bem! Cá está mais uma tarefa que considero impossível de realizar com o meu "cãocrodilo": cortar as unhas!. :P

      Eliminar
  6. Isto para não dizer o custo dos infantários para cães, pois então! Também precisam. Quem pode porque não?
    Eu é que tenho medo de cães, se não abria um infantário. lool

    Bjocas e obrigada pela sua visita ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pet-sitting já existe, mas infantários acho que não. É capaz de estar aí uma ideia vencedora! Tenho que falar com o meu gestor de conta bancária para ver o que ele pensa disto. Depois convido-te para veres as instalações e privares com alguns dos bicharocos! :P
      De nada. É sempre um prazer ver os textos de quem bem escreve, independentemente do tema. Um beijinho ;)

      Eliminar
  7. Pois mas o meu tem pátio mas entra em casa e tec tec tec tec...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não podendo trocar o pavimento, a ideia do corta-unhas profissional é boa. e mais barata, sem dúvida :P

      Eliminar
    2. É um excelente corta unhas. Porque nada mais resultou.

      Eliminar
  8. pois. e levar gatos também fica uma fortuna...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também se tosquiam gatos? Ora aqui está uma novidade!

      Eliminar

Se vêm para contestar, fiquem quietinhos e caladinhos. Isto não é minimamente democrático e quem manda aqui sou eu! Por isso, só são permitidos afagamentos de ego, mas com jeitinho! Demasiada fricção deixa-me o pelo eriçado, tipo gato assanhado. Não é bonito!