quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Admitindo pontos fracos

Sou partidário daquela teoria na qual se defende que o primeiro passo para ultrapassar uma fraqueza é admitir que ela existe.
Assim, eu, Lápis Roído, assumo perante vós, meus companheiros de tantas batalhas blogosféricas, ter medo daquelas pessoas que não sabem que Axe não é só uma forma de atiçar cães e gatos.

29 comentários:

  1. Respostas
    1. "Andem" aí e sentem-se ao longe! =P

      Eliminar
    2. Quando estive em Angola, logo pela manhã vinham bandos de "blacks" dos musseques trabalhar para o centro da cidade, que também não sabiam o que era AXE. Ainda vinham na casa do catano mais velho e já fedia a catinga. Tive que arranjar um esquema para passar por eles sem atravessar para o outro lado da rua. Sustinha a respiração de manhã e só começava a respirar a seguir ao almoço eheheheh.

      Eliminar
    3. Ah, o continente africano e os seus aromas... digamos... tão característicos =P Zé do Pipo é recordista do mundo em apneia forçada ao ar livre =P

      Eliminar
  2. E as meninas, segundo a publicidade o Axe tem poderes :))) Cuidado pá

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e quem não o usa tem o efeito contrário, que é o repelente =P

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Aqui só são publicados factos, muito embora alguns sejam de carácter duvidoso =P

      Eliminar
  4. Descobri o teu blog por mero acaso no da Chic'Ana e não é que gostei e acabei por ficar?

    thebrunettetofu.blogspot.pt :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Duas semanas depois da minha participação, as ondas de choque ainda se fazem sentir? :O Sê bem-vinda. É sempre bom "ver" por cá caras novas =)

      Eliminar
  5. É o que dá andar nos transportes públicos, dá-te logo material para fazer estes post com um cheirinho de... you know... :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não só, mas também. Às vezes basta passar a uma distância demasiado pequena de alguém que tem o terrível hábito de... you know... de não usar o roll-on da moda =P (Saudades desta you know =P)

      Eliminar
    2. Oh quem não tem saudades de uma boa conversinha de... you know... :P

      Eliminar
    3. E logo nós, que somos experts em matérias de... you know! =P

      Eliminar
    4. Pelo menos, trabalhamos com força nessa... you know =P

      Eliminar
    5. Forte e feio, força e persistência é o que caracteriza a nossa... you know... xD

      Eliminar
    6. Feio? Isso é adjectivo que não se coloca quando existem referências às nossas pessoas. Essa foi uma falha de... you know. =P

      Eliminar
    7. Tens razão, mega fail da minha parte, vou-me penitenciar escrevendo no quadro 1000 vezes... you know... xD

      Eliminar
    8. Hum, parece-me bem... para começar. Porém, contudo, no entanto, todavia, penso que a tua penitência só ficará completa com três horas de visualizações de vídeos do Justin Bieber, esse grande artista de... you know! =P

      Eliminar
    9. Eh lá não és nada meiguinho, que penitência de... you know... me foste arranjar :(

      Eliminar
    10. Sou, mas fui contagiado por esta onda bieberiana de... you know. Queira perdoar =P

      Eliminar
    11. Vou pensar no seu caso e quiçá talvez eu lhe perdoe essa grande... you know... que lhe saiu do nó dos dedos :P

      Eliminar
    12. Como a menina é hábil a inverter os papéis. Saiu de penitenciada a possível penitenciária. Muito bem! Mas é justo. A... you know... que me saiu dos dedos justifica tudo =P

      Eliminar

Se vêm para contestar, fiquem quietinhos e caladinhos. Isto não é minimamente democrático e quem manda aqui sou eu! Por isso, só são permitidos afagamentos de ego, mas com jeitinho! Demasiada fricção deixa-me o pelo eriçado, tipo gato assanhado. Não é bonito!